Wonor AgencyWonor Agency

Grafeno, o futuro da tecnologia

Por Lizzy Abdala | 16/11/2018

Grafeno, o futuro da tecnologia

Sabe quem são os donos da maior jazida de grafite (matéria prima onde se encontra o grafeno) do planeta?
Seria a China? EUA? Alemanha, talvez?! Pasmem, é o Brasil!

O grafeno é o material mais fino do mundo, 300 vezes mais resistente que o aço, se apresenta como um condutor superior em relação ao cobre e teremos também inovações na medicina facilitando diagnósticos mais precisos, prevenção e cura.

Podemos inclusive, transformar água do mar em água potável, criando uma fina película semipermeável onde os sais ficam retidos nela e passa apenas água pura. Será inovador na indústria de tecnologia, de telecomunicações, nos meios de transporte, na energia elétrica e poderá também substituir o silício na composição de chips.

As cargas em baterias seriam bem mais rápidas e com muito mais durabilidade, na segurança irá ajudar na substituição do colete á prova de bala, hoje tão pesado e desconfortável por um bem mais fino e leve e muito mais resistente.

Um item simples que promete uma revolução na indústria tecnológica.

O Brasil está sendo pioneiro, pois, criou-se na faculdade Mackenzie em São Paulo um centro de pesquisas sobre grafeno e teve um custo de R$ 100.000.000,00. Investimento que em poucos anos poderá ser visto como baixo diante de tamanha mudança em nossas vidas.